23/07/12


Quem é que abraça o meu corpo
Na penumbra do meu leito?
Quem é que beija o meu rosto
Quem é que morde o meu peito?
Quem é que fala da morte
Docemente ao meu ouvido? 
— És tu, senhor dos meus olhos,
E sempre no meu sentido.

(Antonio Botto)

2 comentários:

  1. Os sonhos nunca são realidade, mesmo assim é bom sonhar.

    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Serão uma realidade escondida no nosso intimo. Quem sabe se alguns deles não se tornaram realidade? Gosto de saber que me vens visitar. Obrigado pelo carinho das tuas palavras.
      Bjs

      Eliminar