11/06/17

Poema do coração




Eu queria que o Amor estivesse realmente no coração,
e também a Bondade,
e a Sinceridade,
e tudo, e tudo o mais, tudo estivesse realmente no coração.
Então poderia dizer-vos:
"Meus amados irmãos,
falo-vos do coração",
ou então:
"com o coração nas mãos".

Mas o meu coração é como o dos compêndios.
Tem duas válvulas (a tricúspida e a mitral)
e os seus compartimentos (duas aurículas e dois ventrículos).
O sangue ao circular contrai-os e distende-os
segundo a obrigação das leis dos movimentos.

Por vezes acontece
ver-se um homem, sem querer, com os lábios apertados,
e uma lâmina baça e agreste, que endurece
a luz dos olhos em bisel cortados.
Parece então que o coração estremece.
Mas não.
Sabe-se, e muito bem, com fundamento prático,
que esse vento que sopra e ateia os incêndios,
é coisa do simpático.
Vem tudo nos compêndios.

Então, meninos!
Vamos à lição!
Em quantas partes se divide o coração?

Antonio Gedeão


01/04/17

“O destino escolhe quem vamos encontrar pela vida, as atitudes decidem quem permanecerão nela.” 

Castro Alves

O perfume é invólucro invisível, que encerra as formas da mulher bonita


13/03/17

Soneto de amor





Não me peças palavras, nem baladas,
Nem expressões, nem alma...Abre-me o seio,
Deixa cair as pálpebras pesadas,
E entre os seios me apertes sem receio.

Na tua boca sob a minha, ao meio,
Nossas línguas se busquem, desvairadas...
E que os meus flancos nus vibrem no enleio
Das tuas pernas ágeis e delgadas.

E em duas bocas uma língua..., - unidos,
Nós trocaremos beijos e gemidos,
Sentindo o nosso sangue misturar-se.

Depois... - abre os teus olhos, minha amada!
Enterra-os bem nos meus; não digas nada...
Deixa a Vida exprimir-se sem disfarce!

Jose Regio

21/02/17

Onde está ?



Onde fostes Alma mia,
para que tão belos prodígios se aninharam
brotando-te sonhos de ilusões
que instam a Alma ir à pós de trilhas
e sendeiros luminosos nunca percorridos?


Encontrastes nestas paragens de luz
graciosas conversas que brilham como estrelas,
que arrebatamento elevou teu ser nestes caminhos luminosos?



Que Luz guia a Alma para entrar no Templo do Saber
que olham desconcertados os Seres,
os astros e luzes que giram em mágico concerto
pela Mão invisível que tudo apresenta a dizer e compreender?


A Alma se ilusiona para fundir-se na Luz
que brilha na Eternidade extraindo de suas melodias
os Segredos guardados nas profundezas da alma.


Qual é o mistério que ali conduz
para beber na Fonte do Saber,
a Fonte das Águas Eternas
que elevam a Alma em gozo Celestial?


Onde está o Caminho que guia a Alma
ao Fogo e Luz do Eterno e Sublime Ser?



Celeste Cristal

Estrela Guia


Desde os briosos cumes da juventude,
aparecestes no horizonte da minha vida.
Esplendorosa luz como a Estrela da Manhã,
tua fulgurante luz tocou meu ser.
Convertendo-te na minha Estrela Guia.
Quantas vezes meu céu se cobriu de nuvens,
perdendo a rota do caminho,
quantas vezes implorei, orei e te chamei,
mais não acudistes ao meu clamor.

No passar dos anos tua santa presença,
foi sentida mais não tocada,
guiando meus passos.
Hoje no ocaso da vida, novamente surges.
irradiando tua luz que inundou meu ser.
Se alguém perguntasse:
aonde vás peregrino?

Responderei: Não o sei,
somente sigo minha Estrela Guia,
que me levará a Ti, Meu Senhor,
para encontrar a Luz,
e Tua Paz que encobre a Eternidade.

Por Celeste Cristal