20/09/12

HAVIA ENTRE NÓS UM NÉCTAR




Havia entre nós um néctar
Quando em teu corpo voava:
Tu eras a rainha, desnuda,
Seios de água-mel,
Que a minha boca adoçava.

Havia entre nós um néctar
Pois os nossos corpos alavam…
E num bailado exuberante,
Com asas diamante
Em tuas asas dançava…

E havia um banco de jardim
num prado de flores campestres.
E havia um chão de mim
Com teus odores silvestres…

Sim! Havia entre nós um néctar
E os nossos corpos poisavam…

( Rogério Martins Simões )

Sem comentários:

Enviar um comentário