13/10/12


Deve existir algo estranhamente sagrado no sal; está em nossas lágrimas e no mar.

Sem comentários:

Enviar um comentário