16/10/12

PERFIL



Gosto de ti como duma fotografia.
Amo as paisagens porque são
o foco onde o teu corpo se ilumina.


És a manhã deitada de perfil.
Perspectiva onde a minha vida
ganha forma e se fixa, de repente.


Conheci-te de noite: por isso te chamo estrela.
Conheci-te de dia: por isso te chamo claridade.
Conheci-te em todas as horas: por isso
te chamo eternidade.



É como se a noite se molhasse
repentinamente, quando choras.
É como se o dia se demorasse,
quando te espero e tu te demoras. 


Albano Martins

2 comentários: