22/04/15

Desejo




Queria ser essa noite que te envolve; e
cobrir-te com o peso obscuro dos braços

que não se vêem. 

Um murmúrio

desceria de uma vegetação de palavras,
enrolando-se nos teus cabelos como
secretas folhas de hera num horizonte de pálpebras. 


Deixarias que te olhasse
o fundo dos olhos, onde brilha

a imagem do amor. E sinto os teus dedos
soltarem-se da sombra, pedindo
o silêncio que antecede a madrugada.




Nuno Júdice

Sem comentários:

Enviar um comentário