04/06/10

Tempos Dificeis


Todos os dias ouvimos nas noticias, mais uma empresa que fechou. Mais umas tantas pessoas que ficam sem o seu trabalho. Os centros de emprego estão á abarrotar de desempregados,
são aos milhares!

Cada vez mais, familias recorrem á ajuda social do banco alimentar para terem comida, e vestuário. A crise instalou-se e está para durar.


Eu vou ser mais uma dessas pessoas que irá ficar sem trabalho. Agora digo eu! é o centro de emprego que me vai arranjar trabalho? Não! Serei eu, que todos os dias irei palmilhar todas as ruas, todas as casas á procura de quem me possa dar emprego.


Vai ser momentos de alguma aflição mas não podemos baixar os braços, temos que ter esperança, e nunca desanimar, porque hoje fecha-se uma porta mas deus abre sempre uma janela. Vou conseguir, com a minha determinação e vontade de nunca dessistir de nada, é a pensar nos meus filhos que tenho de ter essa atitude e força de lutar, eles são o centro da minha vida.


Será também com o apoio e ajuda de amigos, e pessoas conhecidas que se preocupam com o meu bem-estar que irei conseguir ultrapassar todos estes obstáculos que a vida nos trás de uma ou outra forma menos boa. A todos eles vai o meu agradecimento do fundo do meu coração.

Bem Hajam!


Nanda