21/11/12

As coisas que eu gosto; de mim!


Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim. 

Algumas coisas que eu gosto!


Amo a Fauna e a Flora. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

Coisas que eu não gosto nada!!!


Não gosto de pessoas que estão sempre na coscuvilhice, e de pessoas mal educadas e prepotentes. 

É uma forma de beleza manifestado através da beleza das flores


O Ikebana teve origem na Índia, onde os religiosos faziam grandes decorações para o altar de Buda, porém foram os japoneses que tornaram a prática conhecida, e estenderam-na até o Ocidente. O ikebana é sempre composto por todos os tipos de plantas, como caules, folhas, flores, ramos, e segundo os japoneses simbolizam o céu, a terra e a humanidade.Uma bonita arte de arranjos florais




Guerras... e quando será o final delas!!!


O homem só comete crueldades com uma arma nas mãos! Como se essa fosse a solução ou o único meio de resolver as situações. Guerra... matança... inocentes que nada têm a ver com a estupidez do homem, mentalidades distorcidas e fanáticas, como é o caso que está acontecer nos países árabes; a destruição de tudo e de todos e que tem a ver com as próprias religiões, ou conquistas de território.  O homem tem que estabelecer um final para a guerra, senão, a guerra estabelecerá um final para a humanidade.



20/11/12

Vida



Apreciar com amor
A flor da primavera


E o bordo do outono


É corresponder à infinita bênção


Que nos é concedida por Deus.

Deleitando-nos com a arte,

Somos purificados em corpo e alma:

Isso sim, é bênção divina.

Fazendo das flores, dos pássaros,

Do vento e da lua

Meus amigos,

Desejo viver alegremente

Mesmo neste mundo cheio de sofrimentos.

Mokiti Okada

O Amor é Inevitável


(O Amor) É inevitável, faz parte da combustão da natureza, é força, mar, elemento, água, fogo, destruição, é atmosfera, respira-se, quando se morre abandona-se, o amor deixa, fica isolado, é um elemento, come-se, bebe-se, sustenta pão, pão diário para rico e pobre, pão que ilumina o forno do amassador, aparece nas condições mais estranhas, bicho que nasce, copula dentro de si mesmo, paira, espermatozóide e óvulo, as duas coisas ao mesmo tempo, amor é assim outro elemento fundamental da natureza, as pessoas vivem tanto com o amor, ou tão alheias do amor, que nem notam, raro percebem que o amor existe, raro percebem que respiram, que a água está, é indispensável, ninguém pode viver alheio aos elementos, ao amor. 
Ruben A
.