14/08/11

ESTAR SÓ...

Esta solidão que me faz sofrer

Olho para dentro de mim

E nada vejo, só um vazio assim.

Estou cansada, abatida de coração

Tenho saudades de ter um carinho

Um gesto, um mimo,

De andar de mão dada na rua

Do nome do amor mil vezes escrever

Na minha alma sem querer

Saudades de sentir um aperto

Quando o ser amado não esta perto.

Quero ver alguém aqui ao meu lado

E sentir um abraço apertado

Hoje, só agora, neste momento, todo o sempre

Sentir o calor de um corpo sem tormento

Sentir a respiração no meu ouvido.

Estou sozinha, no vazio, sem perceber

Este silêncio que me deixa perdida na incerteza

Num mar de angústia e tristeza

Queria apenas não estar sozinha

Na noite que já se avizinha

Ver um rosto, um sorriso, um olhar.

                                                                              Nanda