24/09/10

Momentos




Existe momentos na vida em que sinto a falta do passado,
que o que mais queremos é sair do sonho e voltar no tempo.
Sonho com aquilo que quero, sou o que quero ser,
porque apenas tenho uma vida nesta,
e nela só tenho uma chance de fazer aquilo que quero.


Tenho felicidade bastante para fazê-la doce e harmoniosa
dificuldades para fazê-la forte
tristeza para fazê-la humana, e esperança para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.
A vida não é de se brincar porque em um belo dia deixamos de existir.

Nos Teus Braços



Nos teus braços me deixei levar,
pela magia do teu olhar esqueci problemas
e, me lembro de teu amor apenas
nas formas especiais de nós dois.


Nos guiamos até pelos nossos silêncios
em fantasias até no pensar
na nossa capacidade de se amar.


Para ter teu amor fiz loucuras
andei muito tempo sozinha,
mas teu amor chegou para me resgatar da solidão
e acender de novo o meu coração.


Nossos encontros são verdades
que se transformam em alegrias.
Nosso amor vem sem mentiras,
faz a alma delirar.
e nossos corações ainda mais se amar.


Mas o que mais amo em ti
é o facto de que quando estou em teus braços,
eu esqueço o mundo, esqueço os meus passos
e o que resta é apenas a junção de todos os pedaços
do meu coração, que tu fizeste questão de
juntar e em uma nova pessoa transformar.

22/09/10

Metade


Metade



Que a força do medo que tenho,
não me impeça de ver o que anseio.
Que a morte de tudo o que acredito não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito,
mas a outra metade é silêncio.


Que a música que eu ouço ao longe,
seja linda, ainda que tristeza.
Que a mulher que eu amo seja para sempre amada mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
mas a outra metade é saudade.


Que as palavras que eu falo não sejam ouvidas como prece,
e nem repetidas com fervor; apenas respeitadas,
como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos...
Porque metade de mim é o que ouço,
mas a outra metade é o que calo.


Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço...
E que essa tensão que me coroe por dentro seja um dia recompensada.
Porque metade de mim é o que eu penso
mas a outra metade é um vulcão.


Que o medo da solidão se afaste,
e que o convívio comigo mesmo,
se torne ao menos suportável.
Que o espelho reflicta em meu rosto,
um doce sorriso, que me lembro ter dado na infância
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
a outra metade eu não sei.


Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
 para me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais.
Porque metade de mim é abrigo,
mas a outra metade é cansaço.


Que a arte nos aponte uma resposta,
mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar porque é preciso
simplicidade para fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia,
e a outra metade é canção


E que a minha loucura seja perdoada,
Porque metade de mim é amor,e a outra metade...também.


( Pablo Neruda )

Ah, Que Saudade



















Ah, esse teu perfume que me deixa
saudade, e desperta doce lembrança,
ainda estás nas minhas mãos...

Ah, esse teu olhar que invade
e me desnuda a alma de desejo
e desperta doce lembrança.
Ainda estás no meu olhar.

Ah, esse teu corpo que se entrega
e se perde na carícia, no beijo, e que
recebe meu corpo quase cego,
e desperta doce lembrança,

Ah, esse amor que me sufoca e conforta,
é alimento, é vida...
ah, essa saudade que sinto a todo instante...
e desperta doce lembrança,
a certeza de que vivo, de que amo...

19/09/10

O Amor Maduro




















O amor maduro não é menor em intensidade.
Ele é apenas silencioso.
Não é menor em extensão.
É mais definido colorido e não carece de demonstrações.
Presenteia com a verdade do sentimento.
Não precisa de presenças exigidas.
Amplia-se com as ausências significativas.
O amor maduro tem  problemas sim, como tudo.
Mas vive dos problemas da felicidade.
Problemas da felicidade são formas trabalhosas
de construir o bem, o prazer.
Problemas da infelicidade não interessam ao amor maduro.

Na felicidade está o encontro de peles, o ficar com o gosto da boca
e do cheiro do outro, está a compreensão antecipada, a adivinhação,
o presente de valor interior, a emoção vivida em conjunto,
o prazer de conviver, as conversas a dois, o equilíbrio de espírito
e o prazer sexual.
O amor maduro é a valorização do melhor do outro
e a relação com a parte salva de cada pessoa.


Ele não pede, tem.
Não reivindica, consegue.
Não percebe, recebe.
Não exige, oferece.
Não pergunta, adivinha.
Existe, para fazer feliz.

Deus Existe
















Muitas pessoas não acreditam em Deus, que ele existe realmente.
Eu acredito! ele existe em cada ser vivo, em cada sorriso de uma criança,
No ciclo da natureza, em quem semeia a bondade
e pratica o bem, a quem ajuda o proximo,
quem trabalha  para dar de comer aos seus filhos.
Podemos sentir Deus dentro do nós , no nosso coração...
Deus é paz,
Deus é a esperança, e o alento de que está aflito,
Ele é o criador do universo, do ar, da luz, do amor e da aliança
entre o ser humano.
Ele é a justiça perfeita, que emana do coração.
Deus é Divino de tal sorte, que sendo a essencia da vida
é o descanso na morte...
Não há vida sem volta e não há volta sem vida
A morte não é a morte, é só a porta da vida.
Eu acredito na sua existência, em tudo o que ele
tem feito por mim, me dando forças, 
me guiando pelo bom caminho e fazendo as coisas certas.
Ele está entre nós... Sempre

Amor

Leio o amor do livro da tua pele;

demoro-me em cada sílaba, no sulco macio
das vogais, num breve obstáculo
de consoantes, em que os meus dedos
penetram, até chegarem
ao fundo dos sentidos. Desfolho
as páginas que o teu desejo me abre,
ouvindo o murmúrio de um roçar
de palavras que se juntam como corpos
no abraço de cada frase.
E chego ao fim para voltar ao principio,
decorando o que já sei, e é sempre novo
quando o leio na tua pele.


Poema de Nuno Júdice
                                                              .